Mostrando postagens com marcador IMÓVEIS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador IMÓVEIS. Mostrar todas as postagens

IMÓVEL - JARDIM GERMANIA - SÃO PAULO/SP



CASA – JARDIM GERMANIA – SÃO PAULO/SP


** DIA: 06/11/2013 ÀS 10:00 HS ** 

Lance Inicial: R$ 81.374,17

Incremento Mínimo: R$ 0,00

Descrição: Casa, 42 m² de área total, 42 m² de área privativa, 47,6m² de área do terreno, qt, a.serv, WC, sl, cozinha, 

Condição de venda: Será permitida a utilização de Financiamento e/ou FGTS para a aquisição deste lote. 

*** 1º LEILÃO - LANCE MÍNIMO: R$ 81.374,17 ***
*** VALOR DE AVALIAÇÃO: R$ 120.000,00 ***
Imóvel encontra-se Ocupado. Desocupação por conta do arrematante (comprador).

IMÓVEL - JARDIM PRIMAVERA - SÃO PAULO/SP



CASA – JARDIM PRIMAVERA – SÃO PAULO/SP

** DIA: 06/11/2013 ÀS 10:00 HS ** 

Lance Inicial: R$ 158.112,36

Incremento Mínimo: R$ 0,00

Descrição: Casa, 112,31 m² de área total, 69,25 m² de área privativa, 112,31m² de área do terreno, 2 qts, a.serv, WC, sl, cozinha, 1 vaga de garagem. 

Condição de venda: Será permitida a utilização de Financiamento e/ou FGTS para a aquisição deste lote. 

*** 1º LEILÃO - LANCE MÍNIMO: R$ 158.112,36 ***
*** VALOR DE AVALIAÇÃO: R$ 200.000,00 ***
Imóvel encontra-se Ocupado. Desocupação por conta do arrematante (comprador).

LEILÃO DA CAIXA - OPORTUNIDADES

LEILÃO DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

GRANDES OPORTUNIDADE EM 
SÃO PAULO/SP

DATA: 06/11/2013 

NÃO PERCAM ESSA CHANCE

Contato: (19) 3289-4325 ou isme@isme.com.br 


SAIBA COMO FUNCIONA A ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA E O LEILÃO DE IMÓVEL


SÃO PAULO – Há alguns anos, os mutuários do SFH (Sistema Financeiro de Habitação), do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário) e os consumidores que compram imóvel parcelado diretamente das construtoras passaram a ter uma nova forma de garantia de dívida para a compra da casa própria, a chamada “alienação fiduciária de imóvel”. Nesta modalidade, o imóvel fica em nome do banco financiador ou da construtora e só será transferido para o consumidor-mutuário após a quitação do financiamento. O mutuário recebe a posse do imóvel, mas não pode transferi-la a terceiros sem o consentimento do banco ou construtora.

“Quando o mutuário atrasa mais de 30 dias no pagamento da parcela do financiamento, a obrigação legal que a empresa tem é de intimar o consumidor-mutuário, via Cartório de Títulos e Documentos, a quitar os valores em aberto no prazo máximo de 15 dias do recebimento da notificação”, alerta o presidente do Ibedec (Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo), José Geraldo Tardin.